Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

No comando: Violada Sertaneja

Das 05:00 as 06:00

Santo Dellazzari
No comando: Alvorada Sertaneja

Das 06:00 as 08:00

Maria Eduarda Canesso
No comando: Alvorada Sertaneja

Das 06:00 as 08:00

Maria Eduarda Canesso
No comando: Show da Manhã

Das 08:00 as 11:30

Santo Dellazzari
No comando: Show da Manhã

Das 08:00 as 11:30

Maria Eduarda Canesso
No comando: Xavantina em Foco

Das 11:30 as 12:30

sabrina
No comando: Almoçando com Música

Das 12:00 as 13:00

No comando: Transformando Vidas

Das 12:30 as 13:30

No comando: Sintonia da tarde

Das 13:30 as 16:30

sabrina
No comando: Show de Bandas

Das 14:30 as 17:00

Santo Dellazzari
No comando: Músicas do Sul

Das 16:30 as 19:00

No comando: Voz do Brasil

Das 19:00 as 20:00

Givanildo De Biasi
No comando: Quinta Legal

Das 20:00 as 23:00

Lorivaldo Muller
No comando: Estação 104

Das 20:00 as 23:00

Corpo de recém-nascida é encontrado em praia de Navegantes

Compartilhe:
002

O corpo da recém-nascida que estava desaparecida desde quinta-feira (11) foi encontrado na manhã deste sábado (13) na Praia do Pontal, em Navegantes, no Litoral Norte, informou o Corpo de Bombeiros, que fazia as buscas. A criança tinha oito dias de vida.

A mãe dela, de 39 anos, morreu afogada e o corpo foi encontrado na quinta, na faixa de areia da Praia Central, atrás de um campo de futebol. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. A principal hipótese é de de que ela tenha cometido suicídio.

A bebê foi encontrada por volta das 8h20 por um homem que caminhava perto do molhe da praia. Segundo o Corpo de Bombeiros, o corpo tem sinais de afogamento e de ter permanecido o tempo todo embaixo da água, o que confirmaria hipótese de afogamento com a mãe.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) esteve no local, assim como a Polícia Militar.

Depressão

A família comunicou o desaparecimento das duas ainda na madrugada de quinta. À PM, a irmã da mãe da criança disse que ela tinha transtorno bipolar, tomava remédio controlado e sofria com depressão há alguns anos.

O delegado Rodrigo Coronha, responsável pelo inquérito, disse que os familiares de mãe e filha serão ouvidos na segunda-feira (15), porque na sexta eles estavam no velório da mulher.

Por G1-SC

Deixe seu comentário: